Alemã recebe o Nobel de literatura

15956950

A escritora alemã Herta Müller é a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura deste ano, que será entregue em Estolcomo, na Suécia, nesta quinta-feira, com uma premiação de US$ 1,4 milhão. Os últimos autores de língua alemã a receberem o prêmio foram Elfriede Jelinek (2004) e Günter Grass (1999). Ainda fazem parte da lista Theodor Mommsen (1902), Rudolf Eucken (1908), Paul Heyse (1910), Gerhart Hauptmann (1912), Carl Spitteler (1919), Thomas Mann (1929), Hermann Hesse (1946), Nelly Sachs (1966) e Heinrich Böll (1972).

Herta, que há pouco lançou seu mais recente trabalho, Atemschaukel, é considerada por críticos alemães como uma surpresa na premiação. Atemschaukel, livro que colocou a escritora na disputa deste ano do Deutscher Buchpreis, narra o sofrimento de um prisioneiro em um campo de concentração soviético.

Nascida em 17 de agosto de 1953 em Niţchidorf, na Romênia, Herta vem de uma família de minoria alemã e cresceu entre as duas culturas. Teve seu primeiro livro censurado, fato que a impulsionou na decisão de deixar seu país. A obra da autora, hoje com 56 anos, revela dolorosas lembranças de um passado sombrio, do qual conseguiu escapar em 1987, com seu então marido Richard Wagner, fugindo para a Alemanha, onde foi radicada alemã no mesmo ano.

Seus textos são uma espécie de crônica do cotidiano de uma ditadura com a qual conviveu em sua infância, fato que a escritora consegue imprimir de forma surpreendente em seus livros. Desde o inicio dos anos 90, com a tradução de seu trabalho para mais de 20 idiomas, Herta Müller pertence a um seleto grupo de autores do círculo literário mundial. Herta faz uma espécie de reflexo de suas experiências. Reisende auf einem Bein (1989) retrata impressões em uma terra estranha. O cotidiano em um sistema totalitário é exposto em Der Fuchs war damals schon der Jäger (1992). Já Herztier descreve a vida de opositores políticos na Romênia.

O único livro de Herta traduzido para o português é O compromisso (Wär ich mir lieber nicht begegnet), onde retrata as humilhações pelas quais passou na Romênia sob o regime comunista.

Traduzido e adaptado de: Spiegel

Bookmark and Share
Compartilhe o artigo
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s