Tom Tykwer, diretor de Inverno Quente, é uma das boas supresas do cinema alemão contemporâneo. Esta produção foi realizada antes da experimental Corra Lola, corra. Bebendo na mesma fonte que Lars Von Tryers (diretor de Ondas do Destino e Os Idiotas) e Atom Egoyan (de O Doce Amanhã), o cineasta alemão usa uma série de coincidências como pretexto de uma história intricada de mistério e suspense.

A história sufocante ocorre em uma estação de esqui alemã e participou da Mostra Rio e da 22ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com sessões muito concorridas.

Um acidente misterioso deixa uma criança gravemente ferida e a vida de cinco pessoas se entrelaçam na tentativa de salvar a menina, filha do fazendeiro falido Theo (Josef Bierbichler). O carro que causou o acidente é do instrutor de esqui Marco. O automóvel foi roubado por René, que estava completamente bêbado. Os dois se conhecem e, junto com suas namoradas, permanecem em um chalé com neve por todos os lados até descobrirem como resolver o problema.

Título original: Winterschläfer

Ano: 1997

Diretor: Tom Tykwer

Site | Imdb

Trailer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s